DIA DO PALEONTÓLOGO

Paleontólogo ou paleontologista, é um cientista que estuda Paleontologia, e é reconhecido como um profissional da área através da legislação de uma Sociedade Científica de cada país. No Brasil, paleontólogo é aquele que apresenta uma graduação (Biologia ou Geologia) e uma pós-graduação com monografia (dissertação ou tese) versando sobre uma pesquisa desenvolvida na área da Paleontologia. Aqueles que gostam de Paleontologia, como passatempo e não profissionalmente, e que não apresentam uma formação na área, não são paleontólogos. Por exemplo, não basta gostar de animais para ser Zoólogo, é preciso ser um profissional da área. Em alguns países há o reconhecimento dos Paleontólogos Amadores. No Brasil, por questões de impedimento legal, não há o reconhecimento de Paleontólogos Amadores, pois a coleta de fósseis por não-profissionais é terminantemente proibida, considerada um crime contra o Patrimônio Natural.

Paleontóloga preparando o crânio de um cavalo de Hagerman, Equus simplicidens - anteriormente chamado Plexippus shoshonensis, Idaho, EUA

O Paleontólogo deve possuir conhecimentos em Biologia e Geologia, e estuda os fósseis para investigar como eram os organismos e os ecossistemas do passado geológico da Terra. O paleontólogo estuda os fósseis, também, para perceber como estes se formaram e como podem ser usados para a datação relativa dos estratos rochosos em que ocorrem. Para investigar a vida do passado da Terra e estudar os fósseis é necessário conhecer bem a geologia dos locais onde estes permaneceram e a biologia dos organismos que lhes deram origem.

Diferente do arqueólogo, que estuda as evidências culturais do passado dos seres humanos, o paleontólogo estuda a vida do passado do planeta Terra, incluindo os fósseis de humanos, mas de um ponto de vista paleobiológico. Apesar de, no que toca à escavação de fósseis de vertebrados, a prática paleontológica se assemelhar a uma escavação arqueológica, a Arqueologia utiliza métodos de escavação e de estudo diferentes e usa, por vezes, técnicas de datação distintas.

O trabalho do paleontólogo se dá inicialmente pela prospecção e coleta de fósseis, encontrados em estratos sedimentares. A coleta é um trabalho cuidado, que demanda tempo e técnica, e que deve ser feita apenas por profissionais treinados, pois os fósseis são muito frágeis e podem se fragmentar facilmente. Após a coleta, decorre meses de trabalho de laboratório e de gabinete, preparando, montando e estudando todos os fósseis recolhidos, para no final produzir um documento conclusivo, um relatório ou um artigo científico, que deverá em seguida ser publicado e divulgado entre a comunidade científica e o público em geral.

O Dia do Paleontólogo no Brasil é comemorado no dia 7 de março, o dia da criação da Sociedade Brasileira de Paleontologia.

A metodologia de trabalho do paleontólogo varia consoante o tipo de fósseis que pretende estudar (fósseis de plantas ou de animais, de animais vertebrados ou de invertebrados, somatofósseis ou icnofósseis), mas é sempre um trabalho rigoroso e meticuloso, pautado por critérios científicos bem definidos, com o objetivo último de recuperar o máximo de informação possível sobre os organismos que povoaram o Planeta no passado geológico. Apesar de a metodologia de trabalho do paleontólogo variar de caso para caso, pode estruturar-se este trabalho em algumas etapas básicas:

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Paleont%C3%B3logo

 

NO DIA 15 DE JUNHO COMEMORA-SE, TAMBÉM: O DIA MUNDIAL DE CONSCIENTIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA.